A empresa de transportes Andorinha confirmou ontem os nomes das seis pessoas que embarcaram no Paraná e morreram no acidente envolvendo os ônibus da companhia na noite de domingo, na rodovia Raposo Tavares, perto de Presidente Prudente (SP).

As duas vítimas de Santo Inácio, que não tiveram seus nomes divulgados até a noite de segunda-feira, eram Flávia Oliveira dos Santos e Ítalo Augusto Gomes da Silva. Os irmãos, de 12 e 16 anos, moravam em São Paulo e estavam na cidade em visita aos avós. O sepultamento foi feito em Santo Inácio, extremo norte do Estado.

A empresa informou ainda que, das vítimas que perderam a vida no acidente, Fernanda Navarro e Dayara Nogueira também embarcaram no Paraná.

O casal Moacir José Menossi e Marlene de Oliveira Menossi, de Colorado, foram os primeiros paranaenses identificados após a tragédia que resultou na morte de 32 pessoas. Os seis corpos foram sepultados ontem à tarde.