O líder do PSDB na Câmara, deputado Antonio Carlos Pannunzio (SP), pediu a renúncia do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) do cargo de presidente do Senado. Em discurso no plenário da Câmara o deputado argumentou que Calheiros está usando a presidência do Senado para se defender, causando uma crise em todo o Poder Legislativo. "O único caminho é o afastamento do senador Renan Calheiros da presidência do Senado e do Congresso Nacional, para garantir não apenas a isenção das apurações, como também a preservação da própria instituição", discursou Pannunzio.

"Trata-se de um cargo estratégico da democracia e carregado de simbolismo no arranjo do poder em nosso País. Razão por que entendo que não pode pairar sobre ele qualquer suspeita", afirmou o líder. Pannunzio participou na manhã desta terça-feira (3) de reunião do PSDB no Senado, na qual o partido decidiu pedir o afastamento de Renan.