O Governo de São Paulo vai subsidiar os juros de uma linha de crédito emergencial aberta para socorrer empresas de Taquarituba, no sudoeste paulista, atingidas por um tornado no dia 22 de setembro deste ano. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, Rodrigo Garcia, os empresários pagarão juros de apenas 1% ao ano sobre o financiamento. A ação, anunciada nesta terça-feira, 5, visa a auxiliar as empresas na recuperação das unidades produtivas.

Desde o tornado, que destruiu parte da cidade, 28 indústrias ainda estão sem funcionar ou operam parcialmente. Outros vinte estabelecimentos comerciais ainda não se recuperaram dos prejuízos. O crédito será oferecido pelo programa Desenvolve SP para a reconstrução das instalações, recomposição de estoques e compra de máquinas e equipamentos.

O juro subsidiado beneficiará empresas com faturamento anual de até R$ 16 milhões. O prazo para pagamento é de até 10 anos, incluindo carência de 24 meses. O crédito pode ser solicitado diretamente no site do Desenvolve SP ou na prefeitura de Taquarituba.

O tornado atingiu bairros inteiros e danificou ou destruiu cerca de 500 casas. Duas pessoas morreram e 64 ficaram feridas. Além das 28 indústrias, o vendaval derrubou o terminal rodoviário e o galpão do agronegócio municipal, e danificou severamente uma escola estadual. A prefeitura e as empresas estimaram o prejuízo em mais de R$ 100 milhões.