O Ministério da Educação (MEC) abriu nesta segunda-feira (11) as inscrições do Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio). As datas das provas, que terão formato impresso e digital, estão mantidas para novembro A inscrição vai até 22 de maio e deve ser feita na página no Enem. O valor é de R$ 85, pago até 28 de maio.

A decisão de manter as datas do Enem 2020 gerou críticas, já que as aulas nas escolas públicas, as estaduais principalmente, estão com aulas presenciais interrompidas por causa da pandemia do coronavírus. Algumas secretarias municipais e estaduais de Educação adotaram aulas por videoconferência. Entretanto, muitos alunos carentes enfrentam dificuldades em estudar desta forma, o que os prejudicaria no Enem.

LEIA MAIS – Viu luzes no céu de Curitiba neste domingo? Saiba o que foi isso e quando o fenômeno vai se repetir

De 19 países com exames semelhantes ao Enem para ingresso nas universidades, dez adiaram ou cancelaram suas provas: Estados Unidos, China, Espanha, Irlanda, Malásia, Polônia, Rússia, Singapura, Gana e a região norte da Colômbia. Já a França e o Reino Unido adotaram outras formas de avaliação que não a prova de papel.

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por exemplo, cogita cancelar o vestibular 2020 por causa da pandemia. Segundo a postagem, a instituição está com tempo reduzido para fazer toda a preparação para um grande evento ainda neste ano. A definição do que vai acontecer será tomada pela reitoria nos próximos dias.

Impressa e digital

O Enem 2020 ano terá duas modalidades de provas: as impressas, com aplicação prevista para os dias 1º e 8 de novembro, e as digitais, para os dias 22 e 29 de novembro. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção.
As questões das duas provas são iguais. São quatro provas objetivas, com 45 questões cada, e redação. Durante a inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que será usada para identificação no exame.

Isenção de taxa

A isenção da taxa de inscrição do Enem 2020 é tanto para a prova impressa quanto digital.

VEJA MAIS – Clubes Recreativos e academias entram na Justiça para pedir reabertura em Curitiba

Terão isenção de taxa os candidatos que estejam cursando a última série do ensino médio este ano, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica; tenham feito todo o ensino médio em escolas da rede pública ou como bolsistas integrais na rede privada e tenham renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ou declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?