A delegada Barbara Lomba, titular do 15º Distrito Policial, da Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, pediu que os envolvidos e as testemunhas do atropelamento de Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães e do saxofonista Raul Mascarenhas, deponham novamente. Rafael morreu ao ser atropelado por um Siena preto na madrugada de ontem, quando andava de skate com dois amigos dentro do Túnel Zuzu Angel, que liga São Conrado à Gávea.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a delgada quer esclarecer alguns pontos dos depoimentos. “Todas as pessoas que depuseram ontem serão ouvidas novamente”, disse a assessoria da Polícia. Os novos depoimentos devem acontecer entre hoje e amanhã.

Um dos amigos de Rafael que estava com ele na hora do atropelamento disse que os carros envolvidos no acidente estavam fazendo racha dentro do túnel. O motorista do Siena foi ouvido ontem e liberado. Ele admitiu que atropelou Rafael, mas disse que não estava fazendo racha.