Brasília – Os estudantes que recebem bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni), do Ministério de Educação (MEC), têm até amanhã (8) para confirmar os dados informados no ato das inscrições.

O prazo, que venceria na última sexta-feira (3), foi prorrogado para os alunos ganharem mais tempo, segundo a coordenadora geral do ProUni, Paula Branco. Segundo ela, a extensão do prazo não vai causar prejuízos.

A estimativa, acrescentou Branco, é que 16 mil alunos confirmem os dados. Isso deve ser feito na instituição de ensino superior na qual o estudante pretende fazer a graduação.

Criado em 2005, o ProUni oferece bolsas integrais e parciais de 50% para que estudantes de baixa renda façam cursos de graduação ou cursos seqüenciais de formação específica em instituições privadas de ensino.

Atualmente, cerca de 277 mil alunos recebem o auxílio. Este ano, 163.854 bolsas foram oferecidas a estudantes do país.

Para concorrer a uma bolsa, o aluno deve ter feito o ensino médio em escola pública ou, na condição de bolsista integral na rede particular; ter feito o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em 2006; deve comprovar renda familiar de um salário mínimo e meio (R$ 570, em valores de hoje) por pessoa da família para a bolsa integral e de até três salários mínimos (R$ 1.140) para a parcial de 50%.

Para saber se está no grupo dos pré-selecionados em segunda chamada, o estudante precisa consultar o site do programa: http://prouni-inscricao.mec.gov.br/prouni/, usando o número de inscrição no Enem.