Está preso desde as 21 horas de ontem, em Tupanciretã, cidade localizada a 395 quilômetros de Porto Alegre, Paulo Aguiar, ex-coordenador do Setor de Lombadas Eletrônicas e Radares do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) do Rio Grande do Sul.

O ex-funcionário do DAER teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Luís Felipe Paim Fernandes, da 5ª Vara Criminal de Porto Alegre, que acatou pedido feito pelo Ministério Público. Segundo o delegado José dos Santos Araújo, responsável pelo plantão da delegacia da cidade, Aguiar será transferido para o presídio da cidade de Júlio de Castilhos.

O ex-servidor, que estaria envolvido em fraudes na licitação para instalação de 70 radares nas rodovias gaúchas, apresentou-se espontaneamente na delegacia após ficar ciente do mandado de prisão expedido pela Justiça. Aguiar foi exonerado na última segunda-feira, após uma reportagem do programa “Fantástico”, da TV Globo, apontá-lo como dono de uma empresa supostamente envolvida em direcionamento de licitações para instalar radares e lombadas eletrônicas.