Doze pessoas foram mortas a tiros,  entre a noite de sábado (31) e a madrugada deste domingo (1.°), em Campinas, São Paulo. Todas estavam em uma confraternização de família, na Rua Pompílio Morandi, na Vila Prost de Souza, próximo ao Shopping Unimart. O autor do crime é o técnico de laboratório Sidnei Ramis de Araujo, 46, ex-marido de uma das vítimas. Após fazer as execuções, ele cometeu suicídio.

Morreram a ex-mulher do autor dos disparos Isamara Filier, de 41 anos, o filho, de 8 anos, Liliane Ferreira Donato, 44 anos, Rafael Filier, 33, Antonia Dalma Ferreira de Freitas, 62 anos, Abadia das Graças Ferreira, 56, Paulo de Almeida, 61, Ana Luzia Ferreira, 52, Luzia Maia Ferreira, 85, Larissa Ferreira de Almeida, 24, Carolina de Oliveira Batista, 26 e Alessandra Ferreira de Freitas, 40.

Como o crime foi perto da virada do ano, muitos vizinhos confundiram o barulho dos disparos com fogos de artifício. “Ouvimos barulho de tiro, ficamos na dúvida se eram tiros ou fogos, isso era umas quatro pra meia-noite”, disse o analista financeiro Cristiano Machado, em entrevista ao site G1. Conforme a Polícia Militar, o atirador estaria em processo de separação da ex-mulher.

Veja abaixo quem são as vítimas:

– Isamara Filier

Ex-mulher de Sidnei. Tinha 41 anos e estava em processo de separação, de acordo com informações da Polícia Militar e de processos judiciais na Vara da Família. Estava disputando com Sidnei a guarda do filho de 8 anos, João Victor Filier de Araujo, na Justiça. Ela morreu no local.

– João Victor Filier de Araujo

Filho de Isamara e Sidnei. Tinha 8 anos e estava na festa de confraternização com a mãe e familiares. Foi o último a ser atingido antes do pai se suicidar, e morreu no local.

– Rafael Filier

Rafael tinha 33 anos e era irmão de Isamara. Ele foi atingido na festa e morreu no local.

– Liliane Ferreira Donato

Liliane tinha 44 anos, era casada e morreu no local. O marido dela está entre os feridos hospitalizados em Campinas. Foi na casa dela que a tragédia aconteceu.

– Alessandra Ferreira de Freitas

Alessandra era irmã de Liliane. Tinha 40 anos e morreu no local.

– Antonia Dalva Ferreira de Freitas

Antonia Dalva, de 62 anos, era mãe de Liliane e de Alessandra. Também foi atingida e morreu no local.

– Abadia das Graças Ferreira

Abadia, de 56 anos, era irmã de Antonia Dalva. Foi atingida e morreu no local.

– Paulo de Almeida

Paulo tinha 61 anos e era marido de Abadia. Foi atingido no momento dos disparos e morreu no local.

– Ana Luzia Ferreira

Ana era irmã de Antônia Dalva e Abadia. Tinha 52 anos e morreu no local.

– Larissa Ferreira de Almeida

Larissa tinha 24 anos. Era filha de Ana. Foi atingida pelos disparos e morreu no local.

– Luzia Maia Ferreira

Luzia, de 85 anos, era mãe de Antonia Dalva, Abadia e Ana, e avó de Liliane, Alessandra e Larissa. Chegou a ser socorrida para o Hospital de Clínicas da Unicamp, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ela tem um filho, de 58 anos, que está entre os feridos hospitalizados em Campinas.

– Carolina de Oliveira Batista

Carolina tinha 26 anos era solteira e morreu no local. O pai dela está entre os três feridos que estão hospitalizados em Campinas.

– Sidnei Ramis de Araujo

Sidnei, de 46 anos, foi o autor do crime. Ele é ex-marido de Isamara e pai de João Victor. Trabalhava como técnico em laboratório na área de ciência e tecnologia.

Homem matou 12 pessoas em Campinas durante a festa de Réveillon em Campinas. Foto: Gustavo Biano/EPTV
Homem matou 12 pessoas em Campinas durante a festa de réveillon. Foto: Gustavo Biano/EPTV