O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, autorizou a União a integralizar cotas do Fundo de Garantia e Operações de Crédito Educativo (FGEDUC) mediante a transferência de 49,161 milhões de ações ordinárias de emissão do IRB Brasil Resseguros, no valor de R$ 464,021 milhões. O montante foi definido pelo valor patrimonial de R$ 9,43866600, calculado a partir do último balanço patrimonial do IRB, auditado e publicado em 30 de junho deste ano.

A decisão está publicada em portaria no Diário Oficial da União (DOU) e cumpre determinação de decreto que autorizou no fim de julho a integralização das cotas do FGEDUC. O fundo é administrado pelo Banco do Brasil e foi criado em 2009 para garantir parte do risco de operações de crédito educativo realizadas no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).