São Paulo – O corpo do repórter-fotográfico da revista Época, Luiz Antônio da Costa, 36, o La Costa, foi enterrado na tarde de ontem no cemitério municipal de Borda da Mata (MG). Ele foi assassinado na tarde de anteontem com um tiro à queima-roupa em frente ao acampamento do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) em São Bernardo do Campo, ABC paulista. Diversas pessoas passaram pela casa da mãe de Costa, onde aconteceu o velório. Segundo a Polícia Militar, mais de 4 mil pessoas compareceram ao enterro. O repórter era natural do município de Londrina, no Paraná, mas se mudou para Borda da Mata quando era criança. Por isso, ele era conhecido por muita gente. A polícia trabalha com a hipótese de o tiro ter sido dado por um dos três homens que assaltaram um posto de gasolina na região. A descrição de um dos ladrões é a mesma de um homem que aparece armado em fotos feitas pelo repórter-fotográfico André Porto, do jornal Agora São Paulo.