Ventos de sudeste e leste favorecem para a ocorrência de mais chuva nas regiões Sul e Sudeste do País, principalmente no litoral dos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a frente fria se desloca pelo oceano até o Espírito Santo, levando umidade para o Estado. Estas áreas de instabilidade também atuarão no interior de São Paulo, Rio de Janeiro, no centro-sul de Minas Gerais, no Paraná, Mato Grosso do Sul e no sul de Mato Grosso e Goiás.

De acordo com o órgão, o tempo ficará instável com períodos de chuva ao longo do dia no litoral da Bahia e de Santa Catarina. Na faixa norte do País, entre o nordeste da região Nordeste e o Amazonas haverá pancadas localizadas de chuva. A previsão é de chuva isolada também no nordeste da Bahia e no interior de Sergipe e de dia com muitas nuvens no interior de Santa Catarina e no leste da Bahia e nordeste de Minas Gerais. Em São Paulo, a temperatura máxima deverá ficar abaixo dos 20 graus, na faixa leste do Estado.

Nas demais áreas do País, deve predominar o sol entre poucas nuvens. No Rio Grande do Sul, as condições para geada, principalmente durante a madrugada, se mantinham, com chance de temperatura negativa principalmente na região de Campanha, na fronteira com o Uruguai. A madrugada de ontem foi a mais fria do ano no Rio Grande do Sul. A temperatura caiu para 2,3 graus negativos em Bagé e para 1,4 grau negativo em Quarai, municípios da região sul do Estado, onde ocorreram geadas fortes.