Um frentista de um posto de gasolina do Rio de Janeiro reagiu de forma insusitada a um assalto. Na madrugada do último domingo (8), Luís Romário Fernandes dos Santos tentou assaltar um posto em São João do Meriti.

Ele parou o carro ao lado da bomba de gasolina para abastecer, como se fosse um cliente, e pediu para encher o tanque. Eram por volta das 3h. Quando o frentista ia devolver as chaves, o ladrão anunciou o assalto.

De acordo com o dono do posto, o funcionário entregou R$ 40 que tinha no bolso, mas o bandido ameaçou ele, dizendo que se não entregasse o restante ia se dar mal.

Foi então que o frentista acionou a bomba de combustível e jogou álcool sobre o Luis Romário. O bandido se assustou e atirou, mas errou o alvo. As fagulhas dos disparo geraram a combustão e rapidamente seu corpo foi tomado pelas chamas.

O criminoso está internado no hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. O estado de saúde é grave visto que ele teve 87% do corpo queimado. Luís Romário estava em liberdade condicional após ser preso por crimes como tráfico de drogas e roubo e voltou para a vida de crimes.

O delegado Roberto Cardoso, da 64.ª DP (São João de Meriti), reprovou a atitude do frentista: “Essa atitude é perigosa, não é recomendada. Por acaso nesse caso deu certo, né? Mas jamais a vítima deve esboçar esse tipo de reação porque corre perigo.”

Atenção! Cenas fortes!

Assista ao vídeo: