A Polícia Rodoviária Federal e outros órgãos iniciam neste fim de semana uma operação especial em 100 pontos das estradas federais, com o objetivo de reduzir o número de acidentes durante as férias.

As ações se concentram em três frentes: blitz com bafômetros, combate ao excesso de velocidade e fiscalização de motos. A operação irá até fevereiro, no carnaval. Estão previstas operações em dias combinados, com órgãos diferentes, para coibir acidentes e fiscalizar motoristas imprudentes.

 

Além disso, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), deve fechar o ano com 1.650 radares instalados -atualmente são 1.180.

 

Essa é a segunda edição da operação, chamada “Rodovida”. No ano passado, houve uma redução de acidentes -desde 2008 os números estavam em ascendência. Proporcionalmente, o número de acidentes caiu 14% no último ano, mesmo com o aumento da frota. No ano passado, foram 865 operações de fiscalização.

Hoje, os ministérios da Justiça, Cidades, Saúde e Transportes anunciaram a operação. Em cerimônia, foram entregues simbolicamente os 1 milhões de bafômetros educativos, que foram distribuídos aos órgãos de fiscalização.

“O acidente de trânsito é uma violência que vitima pessoas e ceifa família. O estado brasileiro não pode ficar omisso”, disse o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça). “Não vamos permitir que dirijam embriagado. Faremos ações duras em dias combinados”, completou.