A Secretária de Estado da Saúde de São Paulo vai começar a enviar mensagens de texto para o celular de 15 milhões de clientes da operadora Claro para pedir que doem sangue durante o período de festas de final de ano.

Os torpedos da campanha “Não dê férias para a doação de sangue” serão encaminhados até o início de janeiro.

O objetivo da ação é garantir os estoques de sangue nos hospitais. De acordo com a secretaria, nesta época do ano as doações de sangue caem em média até 30% no Estado.

O período de final de ano também tem aumento no número de acidentes, o que provoca aumento no volume de atendimentos médicos que necessitam de transfusões. A mensagem ainda vai indicar o site da secretaria e a página da pasta no Facebook, nos quais é possível consultar os endereços e horários de funcionamento dos mais de 100 postos de coleta de sangue em São Paulo.

Para doar sangue, é necessário ter entre 16 e 67 anos, estar em boas condições de saúde, alimentado, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto.

É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ter ingerido bebidas alcoólicas 12 horas antes. Caso a pessoa estiver com gripe ou resfriado, ela não deve doar temporariamente, aguardando uma semana após a total recuperação para que esteja apto.