Brasília – O governo aumentou entre R$ 300 milhões e R$ 400 milhões o volume de recursos para reajustar os salários dos servidores e o ministro do Planejamento, Guido Mantega, acredita que com o aumento da verba haverá acordo com as centrais sindicais dos servidores. No entanto, os representantes dos servidores acham que é pouco e ameaçam entrar em greve. Eles pediam R$ 1 bilhão a mais, principalmente para aumentar o reajuste dos salários dos servidores aposentados. Com o anúncio de ontem, o governo vai liberar entre R$ 1,8 bilhão e R$ 1,9 bilhão para reajustar a folha do funcionalismo. O menor reajuste para os inativos será de 9,5% e o maior, de 29,38%.