​​​O guru espiritual mais popular entre as celebridades, Sri Prem Baba, 52, foi acusado de abusar de algumas das discípulas de sua comunidade de seguidores em São Paulo. A denúncia, segundo a Folha de São Paulo, foi feita por ex-maridos de duas de suas seguidoras. Prem Baba não nega que tenha se relacionado com as duas mulheres.

O que surpreendeu muito de seus seguidores, entre os quais famosos como Bruna Lombardi e Reynaldo Gianecchini, é que Sri Prem Baba se declarava celibatário. Segundo os denunciantes, o mestre teria abusado da confiança das seguidoras e do seu poder para manter relações sexuais com as mulheres. Um dos maridos disse que procurou os conselhos do guru junto com a esposa para tentar salvar seu casamento.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

O casal acabou se separando, segundo a Folha de São Paulo, e a mulher só percebeu que era vítima de abuso após ter uma crise de síndrome do pânico e buscar tratamento, percebeu que o comportamento do guro não seria normal. Ela procurou o ex-marido e contou sobre as relações, culminando nas denúncias.

O responsável pelo relacionamento institucional do movimento liderado por Prem Baba, Fabio Toreta, diz que o guru nunca negou ter tido envolvimentos amorosos.

O acusado publicou um vídeo se defendendo das acusações. Disse que passou por um processo de autoconhecimento e diz que as denúncias estão o atingindo. “Eu fiquei bem balançado com tudo isso, tomando consciência da decepção que causei em pessoas queridas. Meu coração está devastado por isso e eu vou precisar de um tempo para integrar algo tão intenso”, afirmou em vídeo.

Vida de luxo e seis nomes! Polícia prende estelionatário que movimentava R$ 25 milhões por ano