O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse nesta terça-feira, 18, que após o segundo teste de fechamento da Avenida Paulista para carros, previsto para o próximo domingo, 23, a Prefeitura vai decidir se adota a medida em definitivo. Segundo ele, é “provável” que a decisão já comece a valer a partir do fim de semana seguinte, dia 30 de agosto.

Os estudos técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) sobre a viabilidade do fechamento da via para carros aos domingos foram concluídos e indicam, de acordo com Haddad, que a proposta é “possível e desejável”. O segundo teste ocorrerá no próximo domingo, dia 23, quando a Prefeitura vai inaugurar a ciclovia da Avenida Bernardino de Campos. A primeira avaliação foi realizada no dia 28 de junho, na inauguração da ciclovia na Avenida Paulista.

“A CET pediu um segundo e último teste para a tomada de decisão final. Se tudo funcionar como previsto, pelos estudos, a decisão vai ser tomada no sentido de abrir todo domingo para a população. Os estudos vão na direção de que é possível e benéfico para a cidade”, afirmou.

Para a Prefeitura, a avaliação do primeiro teste foi positiva. Segundo Haddad, após o fim de semana do primeiro fechamento, a CET fez reparos em relação a equipamentos “que precisam ter garantido o acesso”.

“(Agentes da CET) tiveram uma conversa com hospitais e clubes da região. E identificaram alguns condomínios que poderiam ter alguma dificuldade”, explicou.