Brasília

– O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), disse ontem que o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PSB), deverá deixar o partido para ingressar no PMDB. As negociações estão adiantadas e contam com o aval do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma vez que a filiação de Hartung ao PT teria esbarrado em questões locais, segundo Calheiros. Ao mesmo tempo em que o PMDB comemorava ontem a filiação dos senador Romero Jucá (RR), que deixou o PSDB, o líder do PFL no Senado, José Agripino (RN), negava rumores de que a senadora Roseana Sarney (PFL) deixaria a legenda para também ingressar no PMDB.