Brasília  – A senadora Heloísa Helena (PT-AL) afirmou nesta quinta-feira na tribuna do Senado que ficou “profundamente surpresa” com a mudança de posição do governo em relação a proposta da reforma da Previdência “de ontem para hoje”. “Eu quero saber o que levou o governo, o leão valente na porta da toca virar um gatinho manhoso”, questiona a senadora, lembrando que meses de discussões, de “debate qualificado” e “muitas lágrimas” não conseguiram fazer o mesmo e quem fazia a defesa da integralidade para a aposentadoria dos servidores públicos era chamado de “defensor dos marajás”. Embora tenha admitido que recebeu o recuo do governo “com satisfação”, a senadora fez severas críticas a outros dois pontos da reforma que ainda não foram revistos pelo governo: o teto salarial e a manutenção do fator previdenciário que aumenta em até 10 anos o prazo de contribuição para que o trabalhador não tenha um corte de 45% na aposentadoria. Ela disse que o governo está jogando os servidores da iniciativa contra os servidores públicos, que na verdade trabalham para atender aos pobres. Segundo Heloísa Helena, o governo ainda não respondeu o que a reforma faz para os pobres e como será feito o corte dos supersalários.