O parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo, no interior de São Paulo, poderá ficar fechado por 10 dias para a realização de perícias em todos os brinquedos potencialmente perigosos do local.

O assunto está sendo discutido entre a promotora Ana Beatriz Sampaio Silva Vieira, do Ministério Público de São Paulo, e a direção do parque desde o começo da tarde de hoje, na Promotoria da cidade, para a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

 

O Hopi Hari abre normalmente entre sexta-feira e domingo e fecha na segunda para manutenção dos brinquedos. Na última sexta-feira, 24, uma adolescente, de 14 anos, morreu após cair do brinquedo La Tour Eiffel.