Após 34 dias do acidente com o vôo 3054 da TAM, o maior da aviação brasileira, o Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo ainda precisa identificar cinco vítimas do desastre, que deixou 199 mortos. A última vez que a Secretaria de Segurança Pública divulgou à imprensa o número de corpos reconhecidos foi no dia 12 de agosto. Até a divulgação deste último boletim, os peritos do IML identificaram 194 vítimas.