O presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, criticou nesta segunda-feira (18) as companhias aéreas pelo excesso de escalas praticadas pelos aviões. Na sua avaliação, a estratégia contribui para os constantes atrasos registrados no País. ?Elas precisam reajustar suas malhas. Fazem muitas escalas com o mesmo avião e, se ocorre algum atraso, isso mata todo o País.

Pereira contou que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ?está estudando pesadamente o assunto?. A reportagem procurou o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), para comentar as declarações, mas não recebeu retorno até as 20 horas.

O presidente da Infraero evitou dar um prazo para a solução da crise no setor aéreo, alegando que a questão é complexa. Ele reiterou que o governo está empenhado no assunto. Segundo Pereira, ?80% do problema é a falta de recursos humanos na área de controle de vôo?.

As informações são de O Estado de S.Paulo