Os aeroportos de São Paulo apresentam movimento tranqüilo. Houve, no entanto, vários cancelamentos no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. Os pousos e decolagens em Congonhas e no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, ocorrem sem o auxílio de instrumentos.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), das 6h às 16h, o terminal de Congonhas teve 34% dos vôos cancelados. Das 118 partidas programadas, 40 foram canceladas e apenas três apresentaram atrasos superiores a uma hora.

Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, o aeroporto operou por instrumentos até as 10h45 de hoje, devido ao nevoeiro que atingiu a região. A pista principal ficou fechada nos primeiros 50 minutos de funcionamento para a secagem.

O último balanço do Aeroporto de Cumbica informou que das 157 partidas programadas entre a zero hora e 16h, oito apresentaram atrasos acima de uma hora e cinco foram canceladas.