Brasília (AE) – A possibilidade de haver erro de entendimento do inglês falado entre o piloto do Legacy e o controlador de vôo de Brasília, que possa ter se transformado em um forte fator contribuinte para o choque com o Boeing da Gol, está sendo examinada pela comissão de investigação da Aeronáutica que analisa as causas do acidente. Ontem, o presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, disse que pode ter havido erro de interpretação, lembrando que ?algumas tragédias no mundo já aconteceram por conta de idioma?.

Ele fez questão de ressaltar, contudo, que ?um acidente nunca é fruto de um só erro, é um somatório de erros?. ?Neste caso específico do vôo 1907, pode ter ocorrido erro dos pilotos do Legacy, falha do controle de vôo, falha de regras, pode ter acontecido interpretação errada de uma palavra, talvez?, disse o brigadeiro.