O presidente Fernando Henrique Cardoso ressaltou hoje, por intermédio do porta-voz Alexandre Parola, que a intervenção na Previ (fundo de pensão do Banco do Brasil), decretada ontem pelo governo federal, foi “uma ação legal” que obedeceu aos prazos da legislação que regulamenta os fundos. Sobre a desvalorização dos investimentos em fundos de renda fixa em decorrência de mudanças nas regras de contabilidade, Parola disse que o presidente não fez comentários, por acreditar que o assunto é de natureza técnica.

Questionado pelos jornalistas se tinha investimentos pessoais nesse tipo de aplicação, o porta-voz garantiu que Fernando Henrique “não tem investimentos em fundos DI ou em qualquer outro. fundo. Sua única poupança é a caderneta de poupança”. (Fonte:Agência Brasil)