As investigações sobre a morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, seqüestrado e assassinado por uma quadrilha em janeiro deste ano, poderão ser reabertas a qualquer momento, diante das novas revelações que reforçam a hipótese de crime político. O juiz do Fórum de Itapecirica da Serra, Luiz Fernando Migliori Prestes, onde o processo tramita em segredo de Justiça, poderá converter o julgamento em diligência, em busca da ? verdade real?. Novas investigações poderão também ser requeridas pela Promotoria da Justiça.