São Paulo – A acusação de formação de quadrilha contra o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, pela qual ela poderia pegar até três anos de prisão, prescreve hoje. Nicolau é acusado por seis crimes diferentes. Outros dois podem prescrever até 2006, se o juiz não for julgado até lá. A procuradora do Ministério Público Federal em São Paulo, Janice Ascari, afirmou que “Nicolau é acusado de seis delitos. O prazo de prescrição é reduzido pela metade quando o réu tem mais de 70 anos. Amanhã (hoje) prescreverá o delito de formação de quadrilha. Ele continua a responder por outros. O crime de formação de quadrilha é um dos mais graves em essência. É a associação com outras pessoas para fim de cometer crime”, afirma.