Ladrões mataram um turista e feriram outro em um roubo a uma casa de veraneio, no bairro de Indaiá, em Caraguatatuba, litoral Norte de São Paulo. Os turistas participavam de um churrasco com vizinhos na varanda da casa quando foram surpreendidos pelos ladrões, que entraram pelo portão aberto. O empresário Arnaldo de Almeida Constaza Filho, de 40 anos, está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Alvorada, em Jacareí.

Armados com barras de metal, dois bandidos renderam cerca de dez pessoas que participavam da confraternização e as levaram para dentro de um dos cômodos da casa. No entanto, as vítimas reagiram e conseguiram dominar os dois jovens, mas quando eles eram colocados para fora do imóvel, um terceiro bandido, armado, revidou e fez os disparos.

O funcionário público Marcelo José Benatti, 48 anos, escrevente do fórum de Monte Alto, a 353 quilômetros da capital paulista, levou com um tiro na cabeça. Já o empresário, morador em São Paulo, foi atingido com quatro tiros no abdômen.

Benatti morreu ao dar entrada na Santa Casa de Caraguatatuba e Constaza, passou por traqueostomia e drenagem do tórax até ser transferido na manhã de hoje para o Hospital Alvorada. O crime chocou os moradores de Jaboticabal, a 344 quilômetros a noroeste de São Paulo, cidade onde mora a família de Benatti. O escrevente foi a Caraguatatuba passar as férias, na casa de veraneio de um tio, no bairro classe média-alta de Indaiá.