Os presidentes do PL, deputado Waldemar Costa Neto (SP), e do PT, deputado José Dirceu (SP), e o senador José Alencar (PL-MG), provável candidato a vice na chapa do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se reúnem amanhã à tarde para discutir uma aliança entre os dois partidos. A pedido de Dirceu, o local do encontro está sendo mantido em sigilo.
Na avaliação de Costa Neto, há 80% de chances de ser formalizada uma coligação. Porém, ele admite que a aliança seria mais fácil se o PL estivesse negociando com outro partido, e não com o PT: ?Não é fácil fazer alianças, temos de solucionar algumas dificuldades. Se as conversas fossem com o PSDB, com o PFL ou com o PMDB, seriam mais simples?.          Confiante, o senador Alencar já utiliza a expressão ?nosso governo? quando se refere à possibilidade de uma vitória de Lula. ?Já estou engajado, sei que o Lula é um homem de bem, mas gostaria que houvesse uma unidade entre todos os candidatos de oposição em torno de um único nome, pois, aí, venceríamos no primeiro turno?, afirmou. A previsão é a de que PL e PT concluam até quinta-feira as negociações e definam se haverá ou não coligação.