O músico Lobão criou polêmica ao comentar o caso de estupro envolvendo uma garota de 16 anos, ocorrido em uma comunidade do Rio de Janeiro, na última segunda-feira. Segundo ele afirmou por meio das redes sociais, ‘não é de se surpreender esses lamentáveis casos de estupro’.

Lobão destacou que o Brasil ‘fabrica mini-putas’ e possui uma ‘farta erotização precoce’, ‘com severa infantilização da população reduzindo as responsabilidade’. Muitos seguidores criticaram o músico e destacaram que Lobão estaria defendendo os criminosos e acusando a vítima.

O nome do cantor ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Por conta da polêmica, muitos usuários da rede social criaram a hashtag #EstuproNãoÉCulpaDaVítima e o termo ficou no topo dos temas mais falados.