Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aguardará a conclusão das investigações das denúncias contra a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) antes de tomar qualquer providência. ?O presidente é muito cauteloso em qualquer tipo de acusação que se faça. Ele quer esperar que as apurações se dêem adequadamente para depois tomar uma atitude?, informou hoje o chefe do gabinete pessoal da Presidência da República, Gilberto Carvalho. De acordo com as acusações, apontadas em quatro relatórios preliminares do Tribunal de Contas da União (TCU), teria havido irregularidades em obras e licitações da Infraero. ?Um relatório não é um parecer final, não é um julgamento?, afirmou Carvalho, que participou da cerimônia de posse da diretoria da Associação Nacional dos Concessionários dos Aeroportos Brasileiros (Ancab), em Brasília.

Segundo ele, Lula ?jamais vai fazer um prejulgamento nem se basear no parecer de um órgão, mesmo com todo o respeito que se deve ao TCU?. Carvalho lembrou que o presidente pediu na segunda-feira aos ministérios competentes um relatório sobre o apagão aéreo do fim de semana.