O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente", disse que o alto lucro dos bancos justificou o aumento da alíquota da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), uma das medidas adotadas para compensar o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). "Os bancos têm tido lucros maiores e, por isso, podem pagar mais imposto. Os banqueiros não reclamaram. Não reclamaram por quê? Porque os bancos tiveram muito lucro nesses últimos anos. Agora que os bancos estão ganhando, eles vão poder pagar um pouco mais. Nós resolvemos taxar o lucro líquido desses bancos", afirmou o presidente.

Lula explicou que além de reajustar a CSLL, o governo aumentou também o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide, por exemplo, nos empréstimos. Com essas mudanças, o governo, segundo Lula, quer arrecadar R$ 10 bilhões. O Orçamento da União terá corte de R$ 20 bilhões.