Pesquisa do PoderData, divulgada nesta quarta-feira (6), mostrou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 44% das intenções de voto para o primeiro turno das eleições presidenciais. O presidente Jair Bolsonaro, pré-candidato à reeleição pelo PL, tem 36%. Bolsonaro variou dois pontos percentuais para cima em relação ao levantamento realizado em 22 de junho, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais. Lula não registrou oscilação.

LEIA TAMBÉM:

>> Furtos de cadeados, cabos e torneiras são terror de três bairros de Curitiba

>> Renato Freitas volta a ser vereador de Curitiba após liminar suspender sessão de cassação

Os demais pré-candidatos estão abaixo dos dois dígitos. Veja os resultados abaixo:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – 44%
Jair Bolsonaro (PL) – 36% (+2 p.p)
Ciro Gomes (PDT) – 5% (-1 p.p)
André Janones (Avante) – 3% (+1 p.p)
Simone Tebet (MDB) – 3% (+2 p.p)
Eymael (DC) – 0%
Leonardo Péricles (UP) – 0%
Luciano Bivar (União Brasil) – 0%
Felipe D’Ávila (Novo) – 0%
Marçal (Pros) – 0%
Sofia Manzano (PCB) – 0%
Vera Lúcia (PSTU) – 0%
Brancos e Nulos – 5%
Não sabem – 4%

Veja a evolução dos presidenciáveis nas pesquisas do PoderData

Gráfico: Gazeta do Povo | Fonte: PoderData

Lula x Bolsonaro no 2º turno

O PoderData também perguntou aos eleitores entrevistados em quem votariam em um eventual segundo turno entre Bolsonaro e Lula. A diferença entre os dois passou de 17 pontos percentuais para 12, em relação ao levantamento realizado na quinzena anterior, divulgado em 22 de junho. Veja:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – 50% (-2 p.p)
Jair Bolsonaro (PL) – 38% (+ 3 p.p)
Brancos e Nulos – 10%
Não sabem – 2%

A empresa também testou um cenário de segundo turno entre Ciro e Bolsonaro, em que se constatou um empate técnico, com 42% para o pedetista e 40% para o presidente (16% disseram que votariam em branco ou nulo e 2% não souberam opinar). Já em um eventual segundo turno entre Ciro e Lula, o petista marcava 48%, contra 22% do pré-candidato do PDT (26% anulariam o voto e 4% não responderam).

Metodologia da pesquisa

O levantamento do PoderData, que contratou a própria pesquisa, ouviu 3 mil eleitores em 317 municípios das 27 unidades da federação entre os dias 3 e 5 de julho de 2022. As entrevistas foram feitas por telefone, para fixos e celulares. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. Foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-06550/2022.

Por que a Tribuna e Gazeta do Povo publicam pesquisas eleitorais

A Gazeta do Povo e a Tribuna publicam há anos as pesquisas de intenção de voto realizadas pelos principais institutos de opinião pública do país. Você pode conferir os levantamentos mais recentes neste link, além de reportagens sobre o tema.

As pesquisas de intenção de voto fazem uma leitura de momento, com base em amostras representativas da população. Métodos de entrevistas, a composição e o número da amostra e até mesmo a forma como uma pergunta é feita são fatores que podem influenciar o resultado. Por isso é importante ficar atento às informações de metodologias, encontradas no fim das matérias sobre pesquisas eleitorais.

Feitos esses apontamentos, a Gazeta e a Tribuna consideram que as pesquisas eleitorais, longe de serem uma previsão do resultado das eleições, são uma ferramenta de informação à disposição do leitor, já que os resultados divulgados têm potencial de influenciar decisões de partidos, de lideranças políticas e até mesmo os humores do mercado financeiro.

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?