O Banco do Brasil e o Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) formalizaram esta manhã a incorporação do banco estadual pelo BB. O governo de Santa Catarina receberá R$ 250 milhões por transferir ao banco federal o processamento da movimentação financeira do Estado e da folha de pagamento dos servidores pelo período de cinco anos. A incorporação está prevista para ocorrer em até 12 meses.

A Secretaria do Tesouro Nacional, o governo do Estado de Santa Catarina e o BB também assinaram, esta manhã em Florianópolis, o termo aditivo ao contrato do Proes (Programa de Incentivo à Redução do Setor Público Estadual na Atividade Bancária), relativo ao Besc e à Besc Crédito Imobiliário (Bescri). A medida encaminha a retirada do Besc do Programa Nacional de Desestatização (PND), possibilitando o início do processo de incorporação.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da cerimônia, ao lado do governador de Santa Catarina, Luiz Henrique (PMDB). Lula chegou ontem à noite a Florianópolis e jantou com sua filha Lurian e dois netos. O presidente vai almoçar hoje com o governador. À tarde, Lula irá até Chapecó, no interior do Estado onde visitará as obras da usina hidrelétrica Foz do Chapecó. Serão investidos R$ 2,2 bilhões no empreendimento.