São Paulo – Dois diretores do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de São Paulo se entregaram ontem à Polícia Federal. Edvaldo Gomes de Oliveira, o Dentinho, diretor de base da Viação Santa Bárbara, foi o primeiro a chegar à sede da PF. Investigado pelo Ministério Público, ele está afastado há cerca de um mês do sindicato. Depois foi a vez do diretor executivo do sindicato, Gerson Machado, ir à PF. Agora já são 13 os sindicalistas detidos desde ontem. Quatro continuam foragidos.