A tentativa de invasão do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, deixou ilhados inúmeros funcionários que trabalham no local.

Segundo a assessoria de imprensa, manifestantes também jogaram bombas dentro do palácio e quebraram um dos portões na tentativa de invadir o local. Eles foram impedidos pela Polícia Militar que faz a guarda do Palácio.

Bombas de gás lacrimogênio foram lançadas e os manifestantes utilizaram ônibus para bloquear a rua que dá acesso ao Palácio. Paredes foram pichadas e ao longo da madrugada os manifestantes foram deixando o local.