O senador Mão Santa (PMDB-PI) pediu cautela aos consumidores brasileiros que aqueceram a economia nos últimos anos com compras parceladas e apelou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que invista em educação.

Ao tratar do consumo, criticou a possibilidade de parcelamento de um automóvel em até dez anos, afirmando que a dívida é a escravatura da modernidade. Na sua opinião, o cidadão "não deve basear sua prosperidade em dinheiro emprestado", citação de autoria do ex-presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln.

O parlamentar também criticou a possibilidade de haver um terceiro mandato para o presidente Lula, como defendeu o vice-presidente da República, José Alencar. Sustentou que, se submetida ao Senado, uma proposição como essa não seria aprovada. Ainda sobre o governo Lula, cobrou investimentos no combate à epidemia de dengue no Rio de Janeiro e na recuperação dos estragos decorrentes das enchentes na Região Nordeste, em especial no Piauí.