O ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou no Rio as novas regras do Financiamento Estudantil (Fies). Entre as principais mudanças está a permissão para que os bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni) que tenham bolsas parciais de até 50% possam financiar a outra metade da mensalidade.

Para o ministro, a medida poderá aumentar o acesso de jovens à universidade e reduzir a evasão. As novas medidas do MEC também ampliaram o prazo para quitação do financiamento para duas vezes o período de duração do curso. Para estimular a matrícula em cursos definidos como prioritários pelo MEC, a taxa de juros do Fies para licenciaturas, pedagogia, normal superior e tecnologia caiu de 6,5% para 3,5%.

Haddad anunciou oficialmente as mudanças durante sua participação no Fórum Mundial de Educação da Baixada Fluminense, em Nova Iguaçu, que tem como tema este ano a educação cidadã. Só no Rio de Janeiro, o MEC estima em 3.092 o número de alunos que têm bolsa parcial de 50% da mensalidade. Pela manhã, o ministro visitou as obras do campus da extensão da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) em Nova Iguaçu ao lado do prefeito Lindberg Farias (PT). A unidade oferecerá cursos de administração, turismo, economia, história, pedagogia e matemática e deverá atrair estudantes de toda a Baixada Fluminense.