Dois protestos próximos, de moradores de uma favela e de estudantes da Universidade do Estado (Uerj), perto do câmpus situado ao lado do Estádio do Maracanã, terminaram em confronto e depredação, na quinta-feira, 28. Os alunos da Uerj estavam reunidos para protestar contra as condições da instituição, quando souberam de um conflito próximo entre PMs, que tentavam desocupar uma área, e moradores da favela.

Os estudantes seguiram para o local, envolvendo-se no conflito. Os dois grupos de manifestantes se uniram e uma ala da Uerj foi invadida. A PM lançou bombas de gás e houve depredação em um prédio.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.