O presidente Fernando Henrique Cardoso ficou muito abalado com a morte do caseiro de seu sítio em Ibiúna (SP), Joaquim Antonio da Silva, informou o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Alberto Cardoso.?O presidente está abalado. O caseiro era uma pessoa conhecida com quem tinha uma relação de muito tempo?, afirmou.         

Segundo assessores, o presidente soube do crime às 2h de hoje e começou a telefonar para auxiliares para que fossem tomadas as providências. ?Estou perplexo. Ele trabalhava para mim há mais de 30 anos. Se dava bem com todo mundo e era uma pessoa querida?, afirmou Fernando Henrique Cardoso,em conversa com seus auxiliares. Chocado com a notícia, o presidente não conseguiu assistir ao jogo da seleção brasileira contra a Inglaterra, transmitido de madrugada