O Movimento "ser contra a CPMF" instalou quatro computadores em frente à Federação das Indústrias do Estado (Fiesp), na Avenida Paulista, 1313, região central de São Paulo, nos quais os pedestres poderão aderir a um abaixo assinado que será entregue ao Congresso Nacional uma semana antes da votação da Lei para sua prorrogação. O movimento foi lançado em junho e conta com a participação de 24 entidades, incluindo sindicatos.

Até agora, foram colhidas 400 mil assinaturas e a expectativa dos organizadores é de que o número chegue a 1 milhão. A Fiesp sedia nesta manhã, uma reunião entre empresas e entidades que apóiam o fim do tributo. Será lançada a Frente Estadual dos Vereadores Contra a CPMF. Centenas de parlamentares devem comparecer ao encontro de hoje. O site www.contracpmf.com.br também recolhe assinaturas para quem quiser participar do movimento.