São Paulo – O Ministério Público apresentou ontem denúncia contra o empresário Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, pelo assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, em janeiro de 2002. “Sombra” estava no carro com Daniel no momento de seu seqüestro. Celso Daniel foi seqüestrado dia 18 de janeiro de 2002, quando saía de um restaurante em companhia do empresário. Dois dias depois, o prefeito foi encontrado morto em Juquitiba, a 78 quilômetros de São Paulo. Os promotores se basearam nos grampos telefônicos e nos depoimentos contraditórios dos presos responsáveis pelo crime.