O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou hoje a mãe e o padrasto de uma menina de 8 anos por terem espancado e torturado a criança, em 21 de julho deste ano, em Niterói.

Segundo a denúncia contra Josiane Gomes Soares e Joarder Gomes Santiago, o casal colocou um ovo aquecido nas mãos da criança – o que causou lesões que poderão levar a uma deformidade permanente. A tortura ocorreu dentro da residência da família, após a menina ter retirado R$ 2,60 da carteira do padrasto.

Segundo a acusação, “os autores do delito, de forma fria e cruel, causaram intenso sofrimento físico à vítima, sob a roupagem de a estarem educando”. O MP-RJ afirmou ainda que constam no inquérito diversas declarações de familiares informando que a mãe e o padrasto tinham o hábito de agredir fisicamente a criança.

No dia seguinte à agressão, o casal saiu para trabalhar e a vítima procurou ajuda da polícia. Os acusados pelo crime de tortura estão presos temporariamente pelo prazo de 30 dias.