Foto: STF/Imprensa

 Abertura do Terceiro Encontro das Cortes Supremas do Mercosul.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Nelson Jobim, comandou ontem a abertura do 3.º Encontro de Cortes Supremas do Mercosul e Associados, que contou com a participação do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores (MRE), embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, e o presidente da Comissão de Representantes Permanentes do Mercosul, Eduardo Duhalde. Também marcaram presença magistrados da Argentina, Paraguai, Uruguai, Equador, Marrocos, Bolívia, Chile, Áustria, Colômbia, Venezuela, Peru, México, Portugal e Espanha. Na abertura, foi realizado o primeiro painel de palestras do dia, cujo tema foi o Mercosul.

O presidente do Grupo Paulo Pimentel, Paulo Pimentel, foi o convidado especial da ministra Ellen Gracie para a participação do segundo painel, que, pela primeira vez na história, fez o STF debater o papel da imprensa no Mercosul. Pimentel foi convocado para dar o seu depoimento, dada a sua experiência à frente do GPP, que engloba os jornais O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná, a TV Iguaçu, a TV Naipi, a TV Tibagi e a TV Cidade.

Ao dar início às exposições, a ministra ressaltou a proposta da criação de agenda de notícias comum aos principais meios de comunicação dos países integrantes do bloco. Ela considerou de grande importância a abertura desse espaço para que jornalistas de diferentes países ampliem o número de informações na mídia sobre o Mercosul e os países que o compõem.

Além de Pimentel, o painel contou com a presença do presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Nelson Pacheco Sirotsky, do secretário de redação do jornal argentino La Nación e representante do Grupo de Diários de América (GDA), Jorge Elias, e do editor-executivo do jornal O Globo, Ascânio Seleme.

Fechando o 3.º Encontro de Cortes Supremas do Merocosul e Associados, foi realizado um painel sobre "A importância da segurança jurídica da evolução econômica do processo de integração", que foi presidido pelo ministro do STF, Carlos Ayres Britto. Participaram deste painel o vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria, Carlos Eduardo Moreira Ferreira, o industrial Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Grupo Gerdau, o presidente do Grupo Arcor da Argentina, Luis A. Pagani, e o ex-ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, embaixador Sérgio Amaral. Para participar dos debates foi convidado o colunista do jornal Valor Econômico, Sérgio Leo.