A Receita Federal informou nesta terça-feira (3) que, no primeiro dia de vigência do prazo de entrega de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2009 (ano-base 2008), foram enviadas 142,6 mil declarações. No ano passado, no primeiro dia foram entregues 79 mil declarações.

“A expectativa da Receita é que cerca de 25 milhões de contribuintes prestem contas este ano”, diz nota da Receita, o que representa um número 3,5% superior ao total de declarações entregues em 2008, que foi de 24,2 milhões.

O prazo para entrega da declaração do IRPF termina no dia 30 de abril, à meia-noite. A principal condição que torna a entrega obrigatória é ter recebido em 2008 rendimentos tributáveis (salário, aposentadoria, aluguel, pensão, entre outros) acima de R$ 16.473,72. Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte – como 13º salário, venda de dez dias de férias, indenizações e rendimentos de aplicações financeiras – cuja soma foi superior a R$ 40 mil também está obrigado a prestar as contas ao fisco.

Quem não entregar a declaração dentro do prazo, terá de pagar multa de R$ 165,74.