O corpo do militar Fábio Gefferson dos Santos Maciel, 33, que morreu após ter a perna perfurada por um taça, será enterrado amanhã. O velório acontecerá na cidade de Manaus (AM), mas será restrito aos familiares. O acesso da imprensa foi vetado.

O militar se feriu durante a festa do seu próprio casamento, na madrugada de anteontem, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro.

Maciel, que é sargento da Marinha, comemorava no Clube Nautilus, quando tropeçou. Com a queda, um copo do tipo tulipa que estava no bolso esquerdo dele quebrou e cortou a veia femoral. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento. A família do sargento disse que houve negligência no atendimento médico ao sargento, segundo informações do “RJTV”, da TV Globo.

Segundo Antonio Salazar, cunhado da vítima, Maciel chegou com vida ao hospital, mas houve demora no atendimento. “Os médicos estavam descansando e não fizeram nada. Foi preciso que um outro colega deles chegasse e fizesse um alvoroço lá dentro”, disse.

A secretaria municipal de Saúde afirmou que o militar já chegou morto ao hospital. A família da vítima não quis comentar o caso.