Em comemoração aos 25 anos do lançamento do Real, será lançada, nesta quarta-feira (28), uma nova moeda brasileira de R$ 1. A peça apresenta, de um lado, o beija-flor alimentando seus filhotes no ninho, em alusão à gravura da cédula de R$ 1 lançada em 1994. Do outro lado, há o padrão normal da moeda de R$ 1 da segunda família.

+ Viu essa: Nem cão, nem gato. Ganso de estimação é atração em Curitiba e faz sucesso com a criançada

De acordo com informações do Banco Central, serão cunhadas 25 milhões de moedas, que entrarão em circulação por intermédio da rede bancária. A produção da moeda comemorativa está incluída no contrato de fornecimento anual de moedas de 2019 e, por isso, não haverá custo adicional. Assim como as demais moedas de R$ 1, esta também é de aço inoxidável (núcleo) e aço carbono revestido em bronze (anel).

+Leia também: Cuteleiro de Curitiba forja facas artesanais e faz sucesso internacional com vídeos na internet

Exposição sobre o Real

Além do lançamento da moeda comemorativa, o Banco Central também inaugura, nesta mesma data, a exposição “Estabilidade Real”, que celebra os 25 anos do lançamento do Real.

A exposição abordará a estabilidade monetária, alcançada com a criação do real, e será interativa. Serão confrontados as dificuldades do período inflacionário e os benefícios alcançados a partir uma moeda estável.

+Leia também: Clássico em Curitiba, Cine Morgenau completa 100 anos com programação especial!

Os visitantes poderão conhecer (ou relembrar) o período de inflação alta, visualizando os efeitos do aumento dos preços sobre o poder de compra da moeda. Para isso, além de exemplares de cédulas e moedas, estarão expostos objetos como máquina de remarcar preço e aparelhos de TV antigos, que estarão passando notícias da época do lançamento dos planos econômicos. O Museu de Valores do Banco Central funciona de terça a sexta, da 10h às 17h (última entrada 16h30).

Duplicação da Rodovia dos Minérios finalmente vai sair do papel; saiba quando começa!