O sétimo protesto organizado pelo Movimento Passe Livre está marcado para esta quinta-feira, 20, às 17h, na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista, na altura da Rua da Consolação. No discurso de chamamento à população, o movimento diz que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT) têm ignorado a pressão popular.

Na chamada, os líderes do movimento dizem que São Paulo vive dias de revolta popular. Eles comentam que os protestos se espalharam por várias regiões da cidade, como Cidade Dutra e Raposo Tavares. “O tamanho das últimas manifestações e a radicalidade assumida pelos manifestantes em episódios como os que ocorreram nessa terça em frente à Prefeitura e segunda em frente ao Palácio do Governo só evidenciam o caráter insustentável da opção de Alckmin e Haddad pela intransigência”, diz o texto.