A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, disse nesta quarta-feira (20) que os “incrédulos que diziam que o Brasil ia ter falta de energia podem ter certeza que suas profecias não se realizarão”. A ministra inaugurou, durante a manhã, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva o primeiro terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) do Brasil, no Porto de Pecém, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Fortaleza.

“O Brasil, o Ceará, o Nordeste vão ter energia suficiente para crescer, trazer a renda, o emprego para toda sua população, para os nossos filhos, os nossos netos nas próximas gerações”, ressaltou Dilma Roussef..

Segundo a ministra, o terminal de regaseificação do Porto do Pecém, que será operado pela Petrobras e aumentará em 11% a oferta de gás para o mercado nacional, vai viabilizar a segurança energética. “Isso significa, numa linguagem mais sintética, que o Brasil e o Nordeste não correm o menor risco de não ter energia suficiente.”