O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Cezar Britto, elogiou a nomeação de Nelson Jobim para o Ministério da Defesa. "Com Jobim não há tédio. Jobim é polêmico, gosta do enfrentamento, e já demonstrou inúmeras vezes na sua vida pública que não se acomoda com situações pré-existentes", disse Britto, por intermédio de sua assessoria.

Para o presidente da OAB, a crise aérea é de má-gestão e para resolvê-la é necessário "um choque de gestão". "Se o ministro Jobim assumir sem essa compreensão de que a crise é de gestão e que o setor aéreo precisa de medidas urgentes para que se reverta o inferno aéreo, ele vai ser apenas mais um ministro, mais um ministro que chegou e não resolveu a crise.", observou.

Britto defendeu profundas mudanças no setor aéreo brasileiro para que o cidadão possa voltar a ter confiança em voar com as companhias brasileiras. "Antes do acidente com o avião da TAM a dúvida era em que hora do dia iríamos chegar ao nosso destino. Depois, passamos a ter dúvidas se ao entrar em um avião iríamos chegar ao destino", disse.